Como incorporar mid-term rentals em propriedades no alojamento local

Julho 07, 2020 |
Como incorporar mid-term rentals em propriedades no alojamento local

Este é um post criado à convite da equipa da Kopa.

Se está a arrendar as suas propriedades como arrendamento de curta duração, provavelmente está a lidar com poucas reservas devido ao coronavírus. Durante os períodos em que menos pessoas estão a reservar para estadias de curta duração, a sua empresa ainda pode gerar receita nas suas propriedades de arrendamento de férias com a ajuda de estadias intermediárias ou mid-term rentals.

Estadias de Curto Prazo vs. Estadias de Médio Prazo

O arrendamento de curta duração é a casa dos seus hóspedes por períodos inferiores a 30 dias. Como bem sabe, elas são populares entre os turistas, pois esses hóspedes geralmente procuram ficar em algum sítio por um fim de semana ou algumas semanas. Lembre-se de que esses indivíduos são hóspedes, e não verdadeiros locatários, protegidos pelos direitos dos inquilinos.

Estadias de 1 a 12 meses são consideradas estadias intermediárias. No entanto, o termo intermediário freqüentemente se refere a estadias de 3 a 9 meses. Se um locatário fica em uma propriedade por mais de 12 meses, é considerado um arrendamento de longa duração.

Quem está procurando arrendamento de médio prazo?

Enquanto qualquer pessoa pode arrendar um imóvel por alguns meses, as seguintes pessoas geralmente optam pelo arrendamento de médio prazo.

Estagiários e estudantes

Quando os estudantes realizam estágios ou moram longe da universidade, eles precisam de um sítio para ficar por 2 a 4 meses. Estes perfis geralmente procuram apartamentos mobilados que atendam aos seus modestos orçamentos.

Aqueles que mudam-se para uma nova cidade 

Quando alguém muda para uma nova cidade, geralmente deseja explorar a área antes de se comprometer com um contrato de longo prazo. Estadias intermediárias dão a eles tempo para descobrir em que freguesia querem morar a longo prazo.

Viajantes de negócios e empresas 

Quando as empresas enviam funcionários para tarefas remotas, às vezes procuram colocá-los em casas mobiladas, e não em quartos de hotel. De fato, prevemos que as viagens de negócios estarão entre os primeiros setores do setor a recuperar-se após o COVID-19. Como esse tipo de hóspede geralmente precisa de um sítio para ficar por alguns meses, as estadias intermediárias são ideais para eles.

Viajantes de negócios e empresas

Quando alugar a médio prazo 

Como um gestor de propriedades, a sua empresa provavelmente está a tentar otimizar ao máximo as suas propriedades. Ao decidir se deve listar as propriedades em estadias de curto ou médio prazo, pense em sua demanda nas temporadas anteriores.

Se possui imóveis no Algarve, provavelmente experimenta uma alta demanda de turistas no verão. No entanto, quando as crianças voltam para a escola, menos famílias tiram férias. Para eliminar vagas durante esses períodos mais lentos e manter seu fluxo de caixa, considere listar a sua propriedade nos principais canais de reserva, disponíveis para estadias intermediárias. Isso o ajudará a atrair inquilinos para além dos tradicionais turistas, como aqueles que escapam dos meses frios do inverno em que vivem, bem como viajantes a negócios.

Como pode cobrar uma tarifa média diária mais alta por estadias de curta duração durante a estação movimentada, convém oferecer nas estadias mais longas a uma tarifa reduzida nos meses mais lentos.

As estadias intermediárias são adequadas para as minhas propriedades?

Em áreas turísticas populares como o Algarve em zonas litorâneas, geralmente há uma alta demanda por arrendamento de curto prazo. E, como essas áreas estão centradas no turismo, seria improvável que estudantes e profissionais procurassem casas por lá. No entanto, dada a necessidade de espaços de trabalho remotos à luz do coronavírus, vale a pena explorar a opção de estadias intermediárias no momento. 

Se possui propriedades em lugares como Lisboa ou Porto, está cercado por grandes empresas, então há uma demanda mais consistente por moradias de médio prazo.

As estadias intermediárias são adequadas para as minhas propriedades

Examine os seus registos anteriores para determinar se seus arrendamentos sofrem flutuações devido à sazonalidade. Vai perceber que o verão e o inverno são as épocas de pico para short-term-rental, mas a sua propriedade fica vazia no outono e na primavera, mesmo quando usa ferramentas de precificação dinâmicas. Se for esse o caso, tente listar  as suas propriedades como um arrendamento de período intermediário durante esses períodos de menos reservas.

Os benefícios de arrendar as suas propriedades para estadias intermediárias

Aumento da renda: embora as locações de curto prazo geralmente gerem mais renda todas as noites, em épocas com 65% ou menos de ocupação, faz sentido experimentar estadias intermediárias. Encontre o equilíbrio que funciona melhor para o seu negócio. 

Redução de check-ins, limpezas e períodos de gestão: os hóspedes esperam respostas rápidas dos gerentes e anfitriões das propriedades. Mesmo se tiver ótimos guests, ainda precisará lidar com a comunicação e o agendamento básicos 24 horas por dia para quem reserva as suas propriedades à curto prazo.

Quando arrenda as suas propriedades para estadias intermediárias, a sua empresa interage com menos hóspedes e, provavelmente, com menos frequência. Isso permite que reserve um tempo para examinar cada “locatário” e verifique se está confortável com eles a morar em suas propriedades por um mês ou mais. Além disso, a sua empresa não precisará agendar constantemente novas limpezas e trocas de chaves.

A falta de comodidades não o magoará: ao procurar casas de férias, algumas pessoas consideram comodidades como uma banheira de hidromassagem e acesso à praia. No entanto, quem procura um lugar para ficar por alguns meses geralmente procura o básico, como Wi-Fi e utensílios de cozinha.

Quais recursos pode usar?

Se quiser tentar listar as suas propriedades como estadias intermediárias, tente usar um site especializado . Kopa é especialista em estadias intermediárias em cidades como São Francisco, Nova York, Seattle e Filadélfia.

Nota da Guesty: Em Portugal, há opções como o Spot-A-Home.

O Airbnb também oferece suporte a reservas para médio prazo e tem se esforçado para ajudar os anfitriões de arrendamentos de curto prazo a adaptarem-se em meio ao coronavírus. 

Práticas recomendadas

Se decidir arrendar as suas propriedades para estadias intermediárias, observe as seguintes práticas recomendadas.

Seja honesto

  • Ao conversar com potenciais locatários, seja honesto com as expectativas e a disponibilidade. Se sabe que tem próximas reservas, informe-as. Dessa forma, eles não esperam poder prolongar a sua estadia.

Aproveite ao máximo a tecnologia

  • Acompanhe todas as suas reservas de vários canais – de curto e médio prazo – usando uma função multi-calendário
  • Além disso, certifique-se de comercializar as suas propriedades nas mídias sociais. Há sempre alguém a procura de uma casa para ficar, e nunca se sabe quem pode ver e compartilhar as suas listagens.

Conheça seu mercado

  • É preciso conhecer o seu mercado do AL para descobrir a combinação ideal de estadias de curto e médio prazo. Ao otimizar esse mix, poderá maximizar os seus resultados. Use uma ferramenta de análise para entender melhor seus períodos mais ocupados e mais lentos. 

Experimente estadias mid-term

À medida que as empresas de gerenciamento de propriedades enfrentam os desafios do coronavírus, diversificar seu portfólio para incluir estadias intermediárias durante os períodos de latência é uma maneira de mitigar o impacto na receita. 

Preparado para que a Guesty transforme o seu negócio?

Request Demo
watch guesty demo